Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sussurros da Minha Alma

Sussurros da Minha Alma

05
Jul22

...

Fatima Ribeiro

Já não sei
Em que dia
Do mês estou
Tu vês?
É mais um
Pra ser
Um de cada vez
A viver
Sei que
Ainda sei
Quem sou
Mesmo
Já não me conhecendo
Diferente
Da que um dia
Pensei vir a ser
Faço tanto
Do que nunca achei
Digo do que sinto
Sou mais sentimento
Penso de ti
O que nunca
Te direi
Ou quem sabe
Ao veres
O meu olhar
Saibas a verdade
Acho
Que é agora
O momento
Aquele
No que vou investir
O amanhã
Sei lá
Poderá ou não
Vir
Já não sei
Que dia é
Não minto
Mas estou
Vivo
Sou
Sinto
E pé ante pé
Sigo
Com fé
Vou...

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

os-benefc3adcios-de-caminhar-descalc3a7o-na-praia-

05
Jul22

...

Fatima Ribeiro

Amor
Amor meu
Meu?
Ou de mais alguém
Sei lá eu
Amor
Que me abraça
Com o olhar
Que no sorrir
Faz sentir o beijar
Que mesmo
Só no pensar
A pele
Toda eu
Faz arrepiar
Amor
Que muito quero
E quero muito
Só de mim
Amor
Sei lá de quem
Vai
Vai embora
Se não queres ficar
Vai para fora
Não brinques
Comigo assim

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

maxresdefault.jpg

05
Jul22

...

Fatima Ribeiro

O mar
Meu
O mar
De todos nós
O mar
Que tira
A lágrima da voz
O mar
Que tem som
De paz
No seu ondear
Tão bem faz
O mar
De imensidão
De tempestade
Emoção
O mar
De navegar
De partir
De chegar
O mar
De simplesmente
Sentir
De intensamente
Amar

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

7f24684df8e24eb5c3ce142a91bc07e6.jpg

30
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Uma
Duas
Três
Tantas
Que já nem sei
Pessoas
Que por mim
Passam
Altos
Baixos
Meninos
Velhinhos
Novos velhos
Velhos novos
Ou na idade certa
Tanto dizem
Até mesmo
Sem falar
Na verdade
No ser
No olhar
Na roupa
Que vestem
Simples
Ou de domingar
De cá para lá
De lá para cá
E o relógio
Tic tac
Sem parar
Pessoas
Que não sei
Quem são
Ou que acho
Conhecer
Que às vezes
Estão em dia não
Só pra contradizer
Outros dias
Dão sorrisos
Nem sei
O que lhes dizer
Umas de olhar doce
Outras azedo
Minha nossa
Que até dá medo
Pessoas
Como eu
Como tu
Diferentes
A tantos outros
Iguais
Que vejo
Que vês
Que são como são
Assim
Se sentem normais
Pessoas
Que goste
Ou não goste
Tenho de respeitar

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

FB_IMG_1656627714108.jpg

30
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Pela vidraça
Espreito
Vejo que o dia
Já é dia
Oh sol que brilhas
Na natureza
E em mim
Fazes maravilhas
Nesta vida
Tão escaça
Com teu raiar
Me deleito
Recebo de ti
Vitamina
Beijas minha pele
Bronzeias
A minha melanina
Dás á fruta
O doce sabor
E a quem labuta
Força e vigor
Oh sol de verão
Ou de qualquer
Outra estação
Sol que amo
Quando trazes
Por companhia
Uma suave brisa
Que me faz
Sentir calmia

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

sol.jpg

24
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Inacabado
Sempre algo Fica
Uma obra
Um amor
Até mesmo uma vida
O tempo é escasso
Não sobra
Trás dor
Sofrimento
A máquina para
Antes do tempo
Que se queria
Só depois
Já tarde vemos
O tempo
Tanto tempo
Perdemos
Sem nós mesmos
Por e com quem
Não quer
E não vale a pena
Querermos
E não
Não volta atrás
Depois
De estar perdido
O tempo
Meu amigo
É acabado
Um tempo
Com sabor
A inacabado

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

8dc0df0c0071e6ff79c236ec28abfbff.jpg

24
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Acendo as velas
Apago a luz
Quero serenar
Aqui sem ninguém
Sózinha ficar
Distante
Bem longe
Das pessoas
De todas elas
Ouvindo
A chuva cair
Som que me seduz
Plim, plim, plim
Cada gota
Uma dor
De mim lava
Sinto que fica leve
Como pluma
A minha alma
Às vezes
Por vezes
Já não sei
Quem sou
Mas que importa?
Eu sou eu
E pronto
Sigo sendo
Quem sei ser
Um dia
Choro de dor
Outro
Sorrio com amor
Como tu
E toda a gente
Sim
Sei que não sou
Diferente
Nem indiferente
Mas hoje chove
Chove muito
E peço
Vida minha
Deixas que eu
Fique assim
Só com a chuvinha?

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

IMG_20220624_121617.jpg

21
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Meu porto de abrigo
Teu olhar
Que me dá abraço
Que me tira
Da só
Solidão
Que a dor leva
Faz ancorar
Passa
Faz passar
Que mesmo longe
Me faz sentir
Do mar
O enredo
Do suave ondear
Sem medo
De me afogar
E olha
Nem sei nadar
Olhar
Que no sonho
Me faz levitar
Meu porto de abrigo
Mais uma
Só mais uma vez
Olha para mim
Não crês?
Quero que queiras
Quero que fiques assim

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

IMG_20220621_170855.jpg

21
Jun22

...

Fatima Ribeiro

 

Se eu pudesse
Tanta coisa fazia
Se eu escolhesse
Oh Deus que faria
O que não gosto
Do mundo bania
Sim
Aniquilava
Pessoas
Só algumas
Que nada valem
Eliminava a solidão
E os dias
De escuridão
O frio acabava
O calor atenuava
Na noite
Cada estrela
Brilhava
E a lua cheia
Sempre bela
O céu iluminava
Se eu pudesse
Nenhuma criança
Teria sofrimento
Por dor
Mau trato
Ou sentimento
A tudo dizia não:
Fome, guerra
Homofobia
Pedófilos, racismo
Xenofobia
Pois
Eu sei
Isto é tudo utopia
Enfim
Se eu pudesse
Talvez
Nem eu mesmo
Existia

Fatima Ribeiro
Fotografia Google

 

20
Jun22

...

Fatima Ribeiro

Meu porto de abrigo
Teu olhar
Que me dá abraço
Que me tira
Da só
Solidão
Que a dor leva
Faz ancorar
Passa
Faz passar
Que mesmo longe
Me, faz sentir
Do mar
O enredo
Do suave ondear
Sem medo
De me afogar
E olha
Nem sei nadar
Olhar
Que no sonho
Me faz levitar
Meu porto de abrigo
Mais uma
Só mais uma vez
Olha para mim
Não crês?
Quero que queiras
Quero que fiques assim

Fatima Ribeiro

IMG_20220620_220332.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub